Em Coletiva no Vaticano, bispos apresentam Sínodo sobre a juventude



1 outubro, 2018


XV Assembleia Geral Ordinária dos bispos acontecerá em Roma, de 3 a 28 de outubro

Da redação, com Boletim da Santa Sé

Aconteceu, na manhã desta segunda-feira, 1º de outubro, na sala de imprensa da Santa Sé, a primeira coletiva com os bispos responsáveis pelo Sínodo sobre a juventude, que acontecerá no Vaticano, do dia 3 ao dia 28 de outubro. A XV Assembleia Geral Ordinária dos bispos terá como tema a juventude, a fé e o discernimento vocacional.

Estiveram presentes na coletiva o secretário geral do sínodo, Cardeal Lorenzo Baldisseri, o relator geral, Cardeal Sergio da Rocha e o subsecretário do sínodo, Dom Fabio Fabene.

Acesse
.: Entenda o que é o Sínodo dos Bispos
.: Histórico dos Sínodos
.: Íntegra do documento preparatório em espanhol

Dom Baldisseri saudou os presentes, e disse que o sínodo é um evento de central importância para o povo de Deus, pastores e rebanhos, e para toda a sociedade, em razão do tema, os jovens, em vista da sempre sonhada civilização do amor.

O secretário geral do sínodo lembrou as palavras do Papa Francisco, afirmando que a Igreja está aberta a ouvir os jovens, sua voz, sua fé, e até mesmo as dúvidas e críticas, para poder oferecer às gerações futuro sua experiência.

Juventude

Este é o terceiro Sínodo convocado pelo Papa Francisco. O primeiro foi a III Assembleia Geral Extraordinária; a segunda a XIV Assembleia Geral Ordinária (ambas sobre a família). Esta terceira, sobre os jovens, surge na linha das anteriores, cujo tema principal é a renovação da Igreja e da sociedade, começando desde as fundações.

“O tema dos jovens é certamente hoje um ‘desafio’, assim como o da família. E a Igreja não tem medo de enfrentar desafios, que são sempre difíceis e insidiosos. Ela não teme, porque é certo que a força espiritual e humana vem do Espírito Santo, que inspira e apoia os seus pastores e seu rebanho.”, afirmou o cardeal.

Saiba mais
.: Informações gerais sobre Sínodo da Família

Caminho de preparação

Dom Baldisseri citou o documento lançado pelo Papa Francisco para este sínodo, a Constituição Apostólica Episcopalis communio, lembrando que este evento será o primeiro com o novo documento.

Ao todo, 266 padres sinodais participarão da XV Assembleia. Além deles, há 23 especialistas, nomeados em virtude de suas habilidades para contribuir com o trabalho do Sínodo, e 34 jovens entre 18 e 29 anos, representantes da juventude. Ainda participarão oito delegados, participantes de outras Igrejas e Comunidades eclesiais.

“A XV Assembleia Geral Ordinária é o final de um longo caminho de preparação, que começou com a convocação do anúncio pelo Papa, através de um comunicado, em 6 de outubro de 2016, em que Sua Santidade afirmou o propósito desta assembleia: “acompanhar os jovens em sua jornada existencial em direção à maturidade, para que, através de um processo de discernimento, eles possam descobrir o seu projeto de vida e perceber que, com alegria, através do encontro com Deus e com os homens, participarem ativamente na edificação da Igreja e da sociedade”, lembrou Dom Baldisseri.

O cardeal lembrou que o processo sinodal, a partir daí, se deu com a elaboração do documento preparatório, publicado em janeiro de 2017. Este documento incluiu um questionário especial, consulta ampla ao Povo de Deus. Também puderam respondê-lo todos os jovens que quiseram, através da internet. Ao final, houveram o seminário internacional (em setembro de 2017) e a reunião pré-sinodal (em março deste ano), com a participação dos jovens, na qual foi finalizado o Instrumentum laboris.

Leia na íntegra
.: Carta do Papa aos jovens por ocasião do Sínodo – 13/01/17

Objetivos do Sínodo

“Com a solene celebração eucarística presidida pelo Santo Padre na Basílica de São Pedro, na próxima quarta-feira, 03, começará a jornada sinodal, que terá a duração de 25 dias. Durante este tempo, os Padres Sinodais trabalharão em conjunto com os outros participantes, no Instrumentum laboris, que será o texto base para a elaboração do Documento Final, que resumirá os resultados alcançados pela XV Assembleia Geral Ordinária.”, salientou o cardeal.

O Documento Final, elaborado durante o sínodo, será apresentado dia 27 de outubro em plenário, votado e após, entregue ao Santo Padre. Dom Baldisseri reforçou, ao final de sua colocação, os objetivos do Sínodo: a conscientização da Igreja sobre sua missão missionária de acompanhar cada jovem; a conscientização sobre o alcance universal do conceito de vocação e do vínculo entre pastoral juvenil e vocação pastoral; a renovação eclesial para uma Igreja mais pastoral e missionária.

  • Twitter
  • del.icio.us
  • Digg
  • Facebook
  • Technorati
  • Reddit
  • Yahoo Buzz
  • StumbleUpon

Deixe um comentário